Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Crise aumenta venda de produtos de "marcas próprias"


Segundo estimativa divulgada pela  Abmapro – Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização ,  o mercado de marcas próprias deve crescer cerca de 15% neste ano. Os produtos conhecidos como "marca própria" são aqueles produzidos por indústrias tradicionais, e que são comercializados com a marcas  dos supermercados.  O setor será destaque na Apas 2009,com o Espaço Marcas Próprias, criado para promover a troca de conhecimento e negócios entre os supermercadistas e a indústria de marcas próprias e de terceirização. Também na Apas 2009, no dia 19 de maio, a presidente da associação, Neide Montesano, apresenta a palestra Marcas próprias e o novo cenário mundial

O consumidor está cada vez mais exigente em relação à qualidade dos produtos. Ao mesmo tempo, com a crise econômica, pesquisas indicam que houve uma alteração no comportamento de consumo e as pessoas começaram a comprar itens mais baratos. Como aliar qualidade e preços mais baixos? A resposta veio do setor de marcas próprias. Nos Estados Unidos, por exemplo, de acordo com estudos da Lightspeed Research, 32,4% da população passou a adquirir mercadorias de marca própria.
 
No Brasil, o cenário se confirma. No ano passado, um estudo da Nielsen mostrou que os itens de marca própria estavam presentes em quase metade das residências do País (48,9%), o que equivale a aproximadamente 18 milhões de domicílios. Para este ano, a Abmapro – Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (www.abmapro.org.br) estima que o faturamento do setor deva crescer 15%. “A crise econômica global representou uma grande oportunidade para esse nicho. Os consumidores tiraram as marcas premium do carrinho de compra, por uma questão de necessidade, experimentaram os de marca própria e perceberam que podem continuar adquirindo tais produtos mesmo após a crise, tanto pelo preço como pela qualidade. E para quem apostou no segmento, comprovou que é um ótimo instrumento de fidelização”, afirma Neide Montesano, presidente da Abmapro.

 

 

 

VAGNER FERNANDES DAVID  Pride Commerce  |  www.pridecommerce.com  |   11 9766-8986  |  18 9781-2575 |  18 8806-8356

 

 

0 Comentario "Crise aumenta venda de produtos de "marcas próprias""

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.