Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Especialistas dão dicas para memorizar e criar senhas na web

Criação de senhas para serviços da internet exige cuidado e atenção do internauta 
    Criação de senhas para serviços da internet exige cuidado e atenção do internauta

    Escolher senhas para utilizar serviços na internet é muito chato: pouquíssimas pessoas gostam de pensar em uma sequência de letras, números e caracteres especiais. Há ainda o problema do usuário não lembrar a senha, seja porque são várias as combinações usadas em sites diferentes ou pela sua complexidade.

    Para mostrar ao internauta que é possível criar senhas fortes e fáceis de memorizar -- baseadas em aspectos pessoais que não são data de nascimento ou sobrenome -- o UOL Tecnologia conversou com alguns especialistas.

    Foram consultados os especialistas de segurança José Matias, da McAfee, e Bruno Rossini, da Symantec, para explicarem como os cibercriminosos descobrem senhas, por que é importante ter caracteres estranhos e como fazer uma senha difícil de desvendar e fácil de lembrar. Confira as dicas abaixo:

    Como os cibercriminosos agem
    Senhas, geralmente, são roubadas por cibercriminosos para invadir contas bancárias e de e-mail – subtraindo dinheiro e dados críticos dos usuários. Sem contar nos casos que alguém quer se passar por outra pessoa para prejudicar ou conseguir algum benefício.
    Há, basicamente, três técnicas utilizadas por cibercriminosos:
    Dicionários – Eles utilizam programas ‘dicionários’ que têm uma série de combinação de palavras (nomes de pessoas, personalidades, etc), que vão testando uma série de combinações. Esse tipo de teste pode levar semanas. Quanto maior for o número de caracteres e a complexidade de uma senha, será mais difícil descobri-la.
    Força bruta – O cibercriminoso ‘vasculha’ a vida virtual da vítima e vai colhendo possíveis informações utilizadas na senha como nome de namorada, data de nascimento de familiares, sobrenome, etc. Após recolher as informações, ele testa as combinações possíveis.
    Engenharia social – Apesar do nome difícil, a engenharia social não passa de uma tentativa de enganar o usuário. Esse tipo de técnica é aplicada em e-mails do tipo Phishing ou Spam. “Eles levam o usuário para páginas falsas [como as de banco] e o internauta acaba cedendo a senha de bandeja para o cibercriminoso, com uma falsa página de login”, disse Bruno Rossini, da Symantec.
    Como fazer uma senha forte
    Não existe uma regra de quantos caracteres devem ter uma senha forte (difícil de ser descoberta), porém, quanto mais caracteres, mais difícil de descobrir. Um número bom, segundo os especialistas, é entre 8 e 10 caracteres. Recentemente, uma pesquisa apontou que uma senha com 6 letras minúsculas é 'quebrada' por um hacker em 10 minutos.
    “O motivo desse monte de caracteres é que, geralmente, as senhas são armazenadas em blocos de 7 caracteres.  Com essa quantidade de itens, fica mais difícil para o cibercriminoso descobrir a senha, pois ela estará fragmentada em dois blocos”, explica José Matias, gerente de suporte técnico da McAfee.
    Além da quantidade de caracteres, é importante que a senha seja alfanumérica: tenha letras (se possível, combinando maiúsculas e minúsculas), números e caracteres especiais como asterisco (*), interrogação (?) e exclamação (!), por exemplo. A ideia é que esses caracteres especiais dificultem a vida do usuário mal intencionado, pois elas ajudam a formar combinações estranhas para dicionários de caracteres.
    Outra dica é evitar colocar informações pessoais facilmente acessíveis na senha – data de nascimento, telefone de casa, sequências numéricas simples ou sobrenome –, pois essas serão, provavelmente, as primeiras opções do cibercriminoso.
    A título de curiosidade, no ano passado, Luciano Huck, apresentador, teve sua conta do Twitter roubada. O invasor, para fazer graça, escreveu: “Sério que a tua senha é a data do teu aniversário?” (a mensagem já foi apagada do perfil do apresentador).
    Como criar e guardar uma senha
    A melhor senha é aquela que o usuário não vá esquecer e que seja complexa. Portanto, uma dica dada por Matias, da McAfee, é combinar elementos pessoais a caracteres especiais, para que a senha não seja facilmente descoberta e, ao mesmo tempo, seja simples de ser memorizada. “Por exemplo, uma pessoa pode pegar o refrão de uma música que gosta muito, usar a primeira letra ou sílaba de cada palavra e ir alternando entre maiúsculas, minúsculas e caracteres especiais.”

    Criação de senha

    • Reprodução Trecho da música "Geração Coca-Cola", do Legião Urbana. Com as letras iniciais, destacadas em negrito, foi possível criar : SoFdNgCc#
    Quem não tiver muita criatividade, pode apelar para a troca de letras por números. A letra A em uma senha pode ser o número 4 ou a I pode ser o número 1.
    O ideal para guardar senhas é conseguir memorizar tudo, mas como há diversos serviços em que utilizamos essas combinações, o usuário pode anotar em algum lugar e guardar em um local seguro.
    Posso ter senhas iguais? 
    Tem gente que gosta de ter uma senha para vários serviços, pois diminui a chance de esquecê-las. No entanto, segundo os especialistas, é importante que cada pessoa tenha uma senha diferente para cada serviço (uma para o e-mail pessoa, outra para a rede social ou para sites de compra). Se uma for descoberta, a tendência é que o cibercriminoso tente usá-la em outros serviços.
    Troca de senhas
    No que diz respeito à troca de senhas, é importante que haja uma periodicidade definida pela própria pessoa. Algumas empresas, por exemplo, trocam a senha dos usuários a cada 45 dias. De acordo com os especialistas, entre 90 e 180 dias é um bom prazo. “O importante é que o internauta tenha o hábito de trocar a senha nos serviços mais caros a ele”, pondera Matias.
    Mesmo a rotatividade de senhas – ir trocando senhas do serviço de e-mail para o de uma rede social, por exemplo – não é aconselhada. “Se descobrirem uma dessas senhas, o cibercriminoso pode ficar atento ao rodízio e acessar as contas uma a uma”, disse Rossini.

    0 Comentario "Especialistas dão dicas para memorizar e criar senhas na web"

    link patrocinado

    Saldão de Eletros

    Sua loja grátis

    Copyright

    É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



    Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



    Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.