Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Oito dicas para os Designers freelancers receberem o seu pagamento mais rápido


Anteriormente, postamos um artigo sobre o mesmo assunto: “O que fazer quando o seu pagamento está atrasado”. São ótimas dicas. Agora, este artigo vai mostrar a você como receber o seu pagamento mais rapidamente.
O fluxo de caixa é crucial para qualquer negócio, especialmente se você é um freelancer. Quando você começou a trabalhar como freelancer não tinha a intenção de ficar correndo atrás de clientes para receber o seu pagamento, você fez isso para trabalhar no que gosta, e claro, ser pago devidamente pelo seu trabalho. Aqui estão algumas dicas importantes de como ser pago mais rapidamente pelos seus clientes.
Por Alexandre Bigaiski
Baseado no artigo 8 Tips for Freelance Designers to Get Paid Faster, do blog Webdesigner Depot.


1. Administre as suas expectativas desde o primeiro dia

Às vezes os freelancers ficam muito empolgados para conseguir muitos clientes e ganhar mais dinheiro, mesmo que esses clientes não assinem um contrato. A dica importante aqui é que você sempre faça um contrato. Isso vai ajudar você a deixar as coisas bem claras e vai poder controlar melhor os prazos do trabalho e do pagamento. Não se esqueça de colocar no contrato as políticas sobre atrasos no pagamento. E não se preocupe, o cliente sempre espera por um contrato.

2. Construa uma relação sólida com o cliente

A melhor maneira de construir uma relação sólida com o cliente é estar sempre se comunicando com ele. Deixe-o a par de tudo o que está acontecendo durante o projeto. Faça-o sentir que ele faz parte do processo. Assim, ele vai saber como está o andamento do trabalho e confiará mais em você. Quando você enviar a fatura a ele, não haverá nenhuma surpresa.

3. Saiba quem é a pessoa responsável por pagar você

Em diferentes tipos de empresa, diferentes pessoas são responsáveis por pagar você. Em uma empresa pequena, normalmente quem vai realizar o seu pagamento será o proprietário da mesma. Caso seja uma empresa de médio ou grande porte, provavelmente terá um setor financeiro, que será responsável pelos pagamentos.
Certifique-se de, antes de começar o projeto, ter todos os contatos possíveis da pessoa responsável, no setor financeiro, pelo seu pagamento como telefone, e-mail etc. Você precisa saber para quem vai enviar a fatura. Assim, você evita de se perder e não saber mais quem é o responsável por fazer o seu pagamento.

4. Não subestime os termos da sua fatura

Aqui temos algumas dicas importantes de itens a serem colocados na fatura para que você seja pago mais rapidamente:
  • Seja educado. Um simples “por favor, pague a sua fatura na data certa” ou “obrigado pela parceria” pode aumentar a taxa de pagamentos em 5%.
  • Não use jargões. Não deixe o cliente confuso. Use sempre termos conhecidos e simples.
  • Taxas para pagamentos atrasados. Deixe claro que o cliente pagará algumas taxas caso ele atrase o pagamento. Um exemplo: “Obrigado pela sua pareceria, nós realmente adoramos trabalhar com você. Por favor, envie o pagamento desta fatura até 21 dias após o recebimento da mesma.”

5. Envie a fatura o mais rápido possível

Muitas pessoas nem pensam nisso, mas quanto antes você enviar a sua fatura ao cliente mais cedo você será pago. Importante lembrar também que muitos clientes irão querer que você envie a fatura impressa, não somente por e-mail. Isso é útil para aquelas empresas que precisam de um registro impresso para poder realizar o seu pagamento. Uma ótima ideia também é utilizar algum serviço online de fatura.

6. Seja claro na descrição do seu trabalho

Seja o mais claro possível na descrição do seu trabalho em sua fatura. Não utilize termos técnicos, porque se o cliente não entender completamente sobre o que você está falando, será mais difícil receber o seu pagamento. Por exemplo, em vez de escrever “Papelaria”, escreva “Cartões de visita; papel timbrado; folder; envelopes; tags; adesivos…”. Ou seja, especifique o máximo que você puder.

7. Cobre

Em um mundo perfeito todas as faturas são pagas em dia. Mas, infelizmente, não funciona desta forma. Se o seu cliente está demorando a pagar, cobre-o. Faça isso gentilmente, com educação e profissionalismo. Você pode fazer isso, por exemplo, uma vez por semana. Não fique esperando que o seu cliente o pague, talvez ele nem lembre disso, não por maldade, mas porque ele pode ter muitas coisas para resolver, e o seu pagamento pode ficar para trás.
Normalmente, esta lembrança por e-mail funciona bem. Mas, se o cliente não responder os seus e-mails, não tenha medo de ligar para ele. Desta forma, você conseguirá falar com ele mais facilmente.

8. As cartas e a lei

Quando as coisas estão realmente indo mal você pode acionar o tribunal de pequenas causas para resolver o seu problema. Antes disso, envie cartas formais ao seu cliente explicando a situação. Se não houver resposta, a única alternativa que você terá será acionar os meios legais.
Na carta que você enviar ao seu cliente, explique formalmente que a situação está difícil de ser levada, porque faz muito tempo que não recebe o seu pagamento e nem ao menos uma resposta. Avise que, se a situação não for resolvida, você acionará os meios legais para poder receber o que lhe é de propriedade por direito.
Mas, se você criar uma relação sólida com o seu cliente, dificilmente chegará a este ponto.

Aproveite para comentar e compartilhar as suas experiências conosco.

Depois, leia mais artigos do nosso blog.

Bons negócios.

0 Comentario "Oito dicas para os Designers freelancers receberem o seu pagamento mais rápido"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.