Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Como fracassar ao lançar um site de compra coletiva

fracasso

O privilégio de administrar uma plataforma de compra coletiva tem me dado uma perspectiva única, principalmente em poder ver de perto alguns de meus clientes lançarem, com êxito, seus próprios sites de compra coletiva – e também ver muitos fracassando. As razões pelas quais alguns fracassam e outros prosperam não é apenas sorte, mas uma série de fatores e atitudes que são tomadas ou não pelo proprietário do site.
Para lançar um site de compra coletiva de êxito você precisará mirar no seguinte:
1. Tecnologia
Há algumas plataformas  e soluções prontas à venda no mercado. Você também pode optar por desenvolver seu próprio site, para contemplar suas necessidades e expectativas. A tecnologia de seu site deve implementar corretamente três coisas: urgência, interatividade e senso de escassez.
Escassez
Esse atributo é o que estimula a ação necessária para a venda de um cupom. Em seu site de compra coletiva, você pode usar o senso de escassez a seu favor limitando o numero de cupons à venda em uma promoção, por exemplo. Pense em um momento da sua vida em que você comprou por impulso. O uso de um inventário limitado de itens é uma das técnicas de venda mais cruciais, tanto no mundo online quanto offline. A sensação de que você poderia ter um produto, mas deixou que alguém o levasse no seu lugar é um dos maiores gatilhos psicológicos para encorajar vendas.
Urgência
Esse é um atributo semelhante, de muitas maneiras, à ideia de escassez em relação à ação que estimula e emoções envolvidas. Porém, esse é um atributo implementado de maneira totalmente diversa. Urgência coloca em jogo o fator tempo em uma decisão. Essa é uma tática antiga, e está presente em muitas estratégias de vendas – pense em saldões de fim de semana. A chave disso tudo é que seu consumidor é forçado a tomar uma decisão sobre agir, e tem um tempo limite para isso acontecer. É comum que os sites de compras coletivas mantenham ofertas no ar durante 24 horas, embora isso não seja regra.
Interatividade
Vendas no mundo offline são fechadas quase sempre por uma pessoa (vendedor) respondendo perguntas de outra pessoa (consumidor) sobre um produto ou serviço. No mundo online, essa interação é virtual. É por isso que temos e-mails, telefones, chats e assim por diante.
A chaves para usar interatividade para manter uma plataforma de vendas eficiente e efetiva são duas:
A – Respostas Públicas – Perguntas respondidas publicamente são mais eficientes em aumentar vendas. Quase sempre, se alguma pessoa tem uma pergunta, outra pode ter o mesmo questionamento e responder a tudo isso publicamente evita ter que repetir o mesmo processo várias vezes. Esse comportamento também fortalece os outros dois elementos, uma vez que é prova de que há outros no mercado competindo naqueles produtos ou serviços
B – Confiança. Embora a compra online cresça rapidamente, grande parte da população ainda tem medo de comprar online, especialmente quando não conhecem a pessoa ou a marca que está do outro lado. Se alguém consegue postar uma pergunta ou comentário e receber uma resposta sua, tenha certeza de  que a confiança depositada em você, seus produtos e serviços, irá crescer. O poder da compra coletivadá ao usuário a possibilidade de ver quantos já compraram o produto, o que dá uma moral social. Usar urgência, escassez e interatividades de maneira imprópria podem ser, definitivamente, causas de um fracasso. Escassez falsa e urgência pode até ser algo ilegal em muitos casos. Quando você configura o tempo e a quantidade de uma oferta, eles precisam funcionar de maneira correta. Se a oferta tem 24 horas, é durante apenas 24 horas que ela deve ir ao ar.
2. Marketing
Fazer marketing de seu site é extremamente importante, e a principal razão pela qual um site de compra coletiva pode fracassar é porque não foi devidamente propagandeado. Idealmente, antes de lançar umsite de compras coletivas, você deve ter uma lista de pelo menos 5 mil possíveis clientes, para quem você vai enviar sua primeira oferta por e-mail. Muitos novos sites de compra coletiva lutam para crescer sua lista até um ponto de massa crítica. Você pdoe fazer isso pagando por tráfego no Google ou Facebook, criando vídeos e divulgando nos principais sites, como o YouTube, enviando releases à imprensa, escrevendo artigos, fazendo marketing de guerrilha, e enviando conteúdo para outros sites.
Do momento em que você fecha a primeira parceria com um estabelecimento, é seu trabalho ter certeza de que terá o tráfego necessário em seu site, e ter certeza que, uma vez lá dentro, os usuários serão encorajados a dividir as ofertas com sua rede de amigos e família.
3. Persistência
Essa é outra razão por que proprietários de sites de compras coletivas podem falhar. Eles fecham a primeira parceria, geram certo tráfego no site, fazem algumas vendas, e as ofertas esgotam, mas aí não há nada novo a oferecer no site. Se um usuário visita um site de compra coletiva com ofertas diárias, e descobre que ele não está vendendo nada, a probabilidade de que vá retornar diminui sensivelmente. Uma vez que você lança seu site de ofertas diárias, é imperativo persistir e manter ofertas no ar e rodando.
Mais e mais pessoas estão visitando sites de compra coletiva e, na minha opinião, o futuro desse setor não são apenas alguns grandes sites dominando o mercado, mas uma miríade de sites de nicho e de uma venda por vez.
Usando a tecnologia certa, fazendo o marketing corretamente, e persistir são algumas chaves básicas para um site de compra coletiva lançado com sucesso.
Marc Horne é fundador do Daily Deal Builder

0 Comentario "Como fracassar ao lançar um site de compra coletiva"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.