Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

O seu currículo é o seu marketing pessoal




Muitas pessoas não conhecem a importância do currículo e, talvez por isso mesmo, não sabem fazer o seu corretamente. O currículo é mais do que um pedaço de papel onde você coloca informações sobre sua vida profissional, ele faz parte do seu marketing pessoal.

Acredite, eu vejo vários currículos e, a informação que mais me interessa, é o que a pessoa já fez, o que realizou. A experiência. Em segundo lugar, se ela tem alguma formação e qual é essa formação. Depois, vejo quais foram as empresas nas quais ela trabalhou. E, finalmente, quais são as suas características complementares.
Mas, veja, isso não é regra. Cada recrutador tem a sua forma de analisar o currículo de um candidato. Mas, via de regra, existem informações que são, indiscutivelmente, muito importantes.









Aqui temos algumas dicas de como fazer um bom currículo.


1. Escreva certo! Não use abreviações, gírias e revise todo o conteúdo do seu currículo. Segundo algumas pesquisas, um em cada quatro currículos são descartados por erros de português. (Pura verdade, a maioria é realmente descartada).


2. Insira seus dados pessoais. As pessoas devem ter facilidade de entrar em contato com você. E não se esqueça de manter esses dados sempre atualizados.


3. Informe o cargo de interesse. Escreva, claramente, qual o cargo que você quer exercer na empresa. Às vezes recebemos currículos para uma área mas, no cargo de interesse, a pessoa escreve algo totalmente diferente. Isso é bem ruim. Foque! Não coloque coisas como, por exemplo, “Área de marketing, publicidade, redação, direção de arte, atendimento ou design.” Dica: se você quiser enviar seu currículo para várias empresas, com perfis diferentes, faça um currículo com o campo “Objetivo Profissional” diferente um do outro. Por exemplo, se você escreve, para um jornal você pode colocar “Ser editor do jornal X”. Se está enviando o currículo para uma agência de publicidade online escreva “Ser redator publicitário em redes sociais”.


4. Informe sobre sua experiência profissional. Escreva, com letras maiúsculas, o nome das empresas onde trabalhou. Cite as experiências em ordem cronológica inversa, ou seja, da mais atual para a mais antiga. Importante: procure não inserir informações como “proprietário de tal empresa” ou “freelancer”. Pois, segundo algumas pesquisas, existem empresas que têm receio em contratar funcionários com este perfil, porque acreditam que estes profissionais não estão acostumados a cumprir regras como horário, por exemplo.


5. Formação acadêmica. Importante informar à empresa sobre o que você estudou, onde se formou. Escreva o nome da instituição e ano de conclusão do curso. Se você tem curso superior, não é necessário colocar que fez segundo grau. Se você fez segundo grau técnico, aí sim é bom colocar. É uma experiência a mais que você mostrará ao recrutador.


6. Idiomas. Se você não tiver fluência em um idioma estrangeiro, é melhor nem citá-lo no currículo. A maioria das empresas, quando exigem outro idioma, pedem que você seja fluente. O seu currículo pode ser simplesmente eliminado se você não tiver fluência em tal língua estrangeira.


7. Cursos e especializações. Cite também quais cursos e especializações que você realizou. Mas os cursos citados têm de ser da área pretendida. Cite apenas os nomes dos cursos e as instituições.


8. Resumo do currículo. O resumo do currículo é a primeira informação que a empresa vai ver. Portanto, é importante você fazê-lo, tendo como conteúdo as seguintes informações:


  • Inicie o resumo com o seu objetivo profissional.
  • Mencione sua formação acadêmica.
  • Elabore um resumo com os principais conhecimentos e atividades desenvolvidas em sua carreira, que estejam relacionados ao seu objetivo profissional.
  • Não é indicado citar qualificações como “Não sou muito organizado, e às vezes perco o foco…”. Deixe para explorar essas características em uma fase presencial, caso você seja questionado pelo recrutador.
  • Se possuir disponibilidade para viagens ou mudança de cidade, indique isso no currículo. Esta informação é uma vantagem frente aos demais candidatos.
  • Não mencione sua idade no resumo do currículo, vista que esta informação já se encontra no campo “Dados Pessoais”.

Essas dicas são importantíssimas para você. Pois, o seu currículo, é a primeira impressão que a empresa terá de você. E você sabe que, a primeira impressão, é a que fica.

0 Comentario "O seu currículo é o seu marketing pessoal"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.