Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Financial Times diz 'Brasil está indo longe demais' com a segurança da internet.



O governo brasileiro está colocando o país num caminho perigoso quanto ao uso da internet e, pior, pode levar outros mercados importantes consigo, na visão do Financial Times. Segundo o jornal britânico, o "Brasil está indo longe demais" quanto à segurança da rede.


Em artigo publicado nessa terça-feira, 12, o veículo explicou as medidas tomadas no Brasil em resposta ao escândalo da espionagem promovida pelos Estados Unidos. Tratou da intenção de se criar uma rede interna e um serviço de e-mail seguro, além do Marco Civil da Internet, o ponto principal da crítica.
Não é o projeto todo, em si, que preocupa o FT, mas o trecho que obriga empresas como Google, Facebook, Twitter etc. a guardar no Brasil os dados que tiverem sobre os brasileiros. Elas teriam de fazer grandes investimentos para duplicar a infraestrutura que já possuem em seus países de origem - que nem sempre são os EUA.
"Isso, inevitavelmente, fará essas empresas se perguntarem se deveriam restringir suas operações no Brasil", aponta o jornal, ressaltando que a medida seria negativa para o setor de tecnologia do país, além de ferir a liberdade global da rede.
Acontece que hoje a internet se divide entre os países que estão com os EUA e os que criaram intranets, como China, Rússia e Irã. O Brasil ainda está do lado norte-americano da balança e, por conta de sua importância (é o segundo maior no Facebook, por exemplo), pode levar outros para o lado de lá, caso decida migrar.
Lembrando que os únicos culpados por essa situação são os americanos, o FT ressalta que certas medidas a serem tomadas pelo Brasil podem piorar as coisas. "Dilma precisa pensar novamente", diz.

0 Comentario "Financial Times diz 'Brasil está indo longe demais' com a segurança da internet."

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.