Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Presidente Prudente é 19º lugar em ranking de compras pela internet

Cidade deve movimentar R$ 262 milhões até o final do ano, diz pesquisa.
Estimativa de pedidos do município é de 1.062.772 em 2014.

Mariane Peres e Ariane Viana Do G1 Presidente Prudente
Prudente é responsável por 1,06% do valor gasto no Estado (Foto: Vinícius Pacheco/G1)
 
Presidente Prudente está em 19º lugar no ranking das 100 cidades brasileiras que mais consomem pela internet. A estimativa é de que até o final do ano, 1.062.772 pedidos sejam feitos na cidade, o que representa 1,60% de todos os realizados no Estado e irá gerar uma movimentação de R$ R$ 262.079.505,27. A previsão é que as lojas virtuais totalizem cerca de 13 bilhões de visitas em 2014. O tempo médio de permanência de cada comprador prudentino é de três minutos, aproximadamente.
Os números são da pesquisa “Mapa do E-commerce no Brasil”, desenvolvida pela empresa de otimização de site Conversion.  Foram analisadas mais de 100 milhões de visitas em comércios virtuais nacionais. A primeira cidade da lista é São Paulo, com a previsão de compras de R$ 5,6 bilhões em 2014 no comércio eletrônico, mais de 32% de toda a transação do Estado. Prudente supera Belém (PA), Osasco (SP), Niterói (RJ) e Uberlândia (MG), por exemplo.
De acordo com o professor de sistemas para internet da Faculdade de Informática de Presidente Prudente (Fipp),  Marcelo Vinícius Creres Rosa, quando o fim de ano começa a se aproximar, as compras aumentam consideravelmente. “A tendência é que ocorra esse crescimento até mesmo pelas propagandas patrocinadas em sites de buscas e em redes sociais. Elas tendem a colocar o produto que o consumidor deseja na sua frente, estimulando a compra”, afirmou.
A possibilidade da web de rastrear os interesses do usuário faz com que haja o direcionamento ao produto específico. Muitas vezes eles têm o valor mais baixo do que as lojas, segundo o professor. “A internet não tem o custo operacional, como estoque, venda, ponto e vendedores. Apenas com um barracão,  a loja online pode ser aberta. Não há custos com o marketing local”, ressaltou.
A praticidade em adquirir algo que se deseja ou precisa sem sair de casa é um benefício, porém, ainda causa insegurança, segundo Rosa. “Eu acredito que as pessoas prefiram ver o produto e ter contato com ele para depois comprar. O principal receio é com a segurança, apesar de todas as questões como antivírus e cuidados com sites que atuam de maneira fraudulenta. Entretanto, ainda assim, esse tipo de comércio é uma tendência”, disse.
O professor dá dicas, para evitar que os consumidores sejam vítimas de golpes. “Primeiro é preciso verificar se essa empresa realmente existe. Quando o site é legalizado, ele oferece o endereço e o telefone que comprovam a existência do local. Em relação aos preços, se forem muito abaixo do normal, pode-se desconfiar de que algo está errado. Outra forma é procurar pelo nome da empresa em sites que classificam essas lojas e verificar se há um grande número de reclamações dos usuários”, concluiu.
Os preços mais baixos atraíram o professor de química Ricardo Kushikawa, de 24 anos. "Já comprei roupas, sapatos, livros, eletrônicos e eletrodomésticos em diversos sites. Eu gosto de fazer a compra online, porque tenho mais opções de mercadorias muito mais baratas e com descontos", afirmou.
Kushikawa conta que nunca teve problemas com suas aquisições e que a única preocupação é com o prazo de entrega. Entretanto, a espera vale a pena. "Quando alguma roupa ou sapato não servia, o site em que eu havia efetuado a compra se comprometeu a fazer a troca da mercadoria gratuitamente", relatou.
O professor de química apresenta um exemplo prático de economia pelo qual passou. "Uma vez, eu fui até uma loja prudentina com a intenção de comprar duas televisões. Porém, o vendedor não quis negociar e nem ao menos dar o desconto. Além disso, fui mal atendido pelo funcionário. Por isso, eu decidi procurar online e acabei comprando um tipo de televisão de melhor qualidade e com R$ 400 de diferença no preço", explicou.

0 Comentario "Presidente Prudente é 19º lugar em ranking de compras pela internet"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.