Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Game desafia você a acabar com a crise

A economia norte-americana está cada vez pior. E, segundo o presidente Barack Obama, vai ser duro sair dela.

Muita gente está perdendo milhões de dólares e pensando até mesmo em suicídio. Mas há sempre quem aproveite a situação para ganhar dinheiro.

É o caso da empresa AddictingGames. Seus cérebros pensantes criaram um jogo online grátis, o Trillion Dollar Bailout, que está lhes proporcionando um populdo faturamento em publicidade.

game_da_economia

É interessante e muito divertido. O game começa lhe dando 1 trilhão de dólares para você tentar tirar os Estados Unidos do caos financeiro.

Como você vai usar o dinheiro? Por exemplo, pequenos negociantes irão pedira ajuda às estatais para não irem à falência.

Você pode atender à solicitação ou negá-la por meio de uma ferramenta engenhosa: um ícone, que, ao ser pressionado, simula uma bofetada.

Na parte inferior do game aparece um gráfico mostrando se cada uma de suas decisões são ou não corretas, no sentido de resolver o problema.

É um desafio e tanto.

Clique aqui para ir ao desafio.




0 Comentario "Game desafia você a acabar com a crise"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.