Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Plano habitacional superou expectativas do setor de material de construção

Para o presidente da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamco), Cláudio Conz, o programa habitacional do governo federal, divulgado ontem (25) é “extremamente positivo”e superou as expectativas do setor.


Conz reconheceu que o objetivo de construir um milhão de casas é difícil de ser alcançada, mas disse que o setor fará o possível para alcançar a meta esperada. “A atividade empresarial trabalha com metas ambiciosas”, afirmou. O aporte total de recursos previstos para o programa é de R$ 34 bilhões.


De acordo com ele, apesar do plano habitacional, o setor da construção civil defende que seja adotada também a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), além da diminuição dos tributos de maneira geral. “Vamos lutar eternamente pela redução da carga tributária”.


O programa habitacional é “robusto” e “bem estruturado”. A avaliação é do presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), Sérgio Watanabe. O aporte total de recursos previstos para o programa é de R$ 34 bilhões.


“Essa injeção de recursos não só vai provocar um crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] da construção, como vai alavancar o número de postos de trabalho”, destacou Watanabe.


Os 500 mil postos de trabalho que deverão ser criados com a execução do programa Minha Casa, Minha Vida equivalem a quase 25% do total de mão-de-obra empregada pela construção civil no país.


Segundo o presidente do Sinduscon-SP, como se espera que as casas comecem a ser construídas no fim deste semestre, os efeitos mais significativos do programa deverão ser mais sentidos no próximo ano.

 

 

 

VAGNER FERNANDES DAVID  Pride Commerce  |  www.pridecommerce.com  |   11 9766-8986  |  18 9781-2575 |  18 8806-8356

 

 

0 Comentario "Plano habitacional superou expectativas do setor de material de construção "

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.