Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Geração Y e o Consumo Online

Uma recente pesquisa feita com este novo público mostra que a Geração Y deu origem a um novo perfil de consumidor.
Geração Y e o Consumo Online
O termo é dado aos nascidos entre 1980 e 1990, no Brasil esse grupo representa 14% da população, com 32 milhões de pessoas. Apesar da forte presença das tecnologias na vida dos consumidores Y, 43% deles pertencem à classe C. Ainda assim, os gastos anuais dos jovens aficionados por TV e internet atingem a marca de R$ 32 bilhões. O perfil deles pode ser baseado em comportamento, mas poucas companhias conseguem desenvolver uma estratégia efetivamente voltada somente para este grupo.

Em média, os consumidores Y gastam até R$ 49,00 por semana. Se olharmos para o sudeste, veremos a região com o maior ticket médio do país com relação aos valores semanais de consumo, com R$ 54,00. No nordeste o número chega a R$ 31,00. Apesar disso, o dinheiro provém dos pais em 76% dos casos, contra 16% dos que trabalham nesta idade.
Não importa de onde vem o dinheiro. A pesquisa aponta que os principais gastos destes consumidores são roupas e acessórios, higiene e beleza, e só depois a diversão. O sinal de novos tempos surge quando a Geração Z, os filhos dos consumidores Y, que preferem sair com seus pais ou fazer atividades em família do que estar entre amigos.
Esta geração nasceu entre os anos 1990 e 2000 e o Z é principalmente por conta do “zapear”. Ou seja, varia de perfil de consumo com facilidade. Outro forte elemento presente no dia a dia dessa geração são as redes sociais.

Hábitos de consumo e comportamento
Para as empresas que atuam em um mercado de produtos voltados para estes jovens, a boa notícia é para o setor de telefonia. Sobre a posse de equipamentos eletrônicos da Geração Y na Classe C, 81% tem aparelho celular e 43% possuem computador em suas casas. Definir o consumidor Y é difícil porque as variações podem ocorrer a qualquer momento, com apenas um clique no mouse. Mas, para atingi-los, é preciso jogo de cintura e habilidade para saber onde e como encontrá-los.

Geração Y & Consumo
Roupas: uma outra especialidade da Geração Y – além de ser veloz – é ir às compras. As classes A e B apontam a vitrine como responsável pelo impulso de compra; na classe C, as lojas de rua dividem espaço com as de departamento, sendo que o foco é se a roupa “caiu bem” e se há facilidade de pagamento. Entre as principais marcas para comprar roupas, a Geração Y das classes A e B apontam: Renner, Yman, Handbook Fashion, Brooksfield, Ellus, M.Officer, C&A, Planet Girls, TNG, Surf Shop e Opera Rock. Os jovens da classe C preferem Renner, Besni, C&A, Eskala e Lojas do Brás. Os gastos com roupas – equivalentes a 17% da renda mensal dos entrevistados – apresentam margem superior entre as mulheres: 19%.

Eletroeletrônicos: ao contrário do comportamento adotado no consumo de roupas, a Geração Y mostra maior preocupação na hora de adquirir eletroeletrônicos. Entre as marcas de celular mais citadas estão iPhone (classe A), Motorola, Nokia, Sony Ericsson; as de tevê são Sony, Samsung (classe A), Philips e Gradiente.

Carros e Motos: em carros e motos, a máxima é que se não tiver qualidade, o barato sai caro – vem daí a preocupação com a marca do carro e se está associada à qualidade. Os entrevistados apontam como atributos fundamentais durabilidade, manutenção, peças etc. As marcas mais citadas pelas classes A e B – a C apresentou distanciamento – estão Ford, Chevrolet, Citroen, Volkswagen e Fiat; em motos, Honda e Yamaha.
Velocidade do acesso às informações
Criatividade e inovação são extremamente bem recebidas entre a Geração Y. Ansiosos por novidades, uma campanha bem feita pode fazer com que os próprios jovens a espalhe pela web, uma vez que estão constantemente presentes nas redes sociais e demais mídias. Sempre debatendo, reivindicando ou divulgando diversas questões.

No cyberespaço eles têm ainda uma experiência multimídia riquíssima. Experiência que será enormemente potencializada, muito em breve, pela integração de tecnologias de áudio, vídeo, animação e interatividade e pela diminuição gradativa dos custos de banda larga.
Teremos novas marcas, novos produtos, ciclos de vida de produtos ainda menores e novos negócios que serão moldados conforme o desejo dessa geração em formação. Uma geração mais identificada com produtos de nichos do que com o consumo de massa, mais influenciada pelo youtube.com do que pela Rede Globo!
As empresas que não estão trabalhando bem a sua presença na internet e que não têm seus projetos de renovação de marca considerando a atitude e comportamento desta geração vão sofrer as conseqüências e penalidades. Certamente envelhecerão muito rapidamente.

Indicadores do comportamento online da Geração Y:
Marketing viral: Mais de 50% compartilham informações sobre produtos com seus amigos.
Relacionamento: Desejam desenvolver uma relação autêntica com as marcas.
Opinião: Influenciam 50% das compras de automóveis e 90% dos acessórios para casa.
Decisão: São responsáveis por 21% das compras de acessórios online.
Presença digital: 9 de 10 possuem seu próprio aparelho eletrônico (tablet, celular, mp3, etc). 90% possuem um computador pessoal e 45% acessam a internet por seu aparelho celular.
Cotidiano: 4 de 5 atividades do dia contam com algum tipo de tecnologia.

Quer encontrar eletrônicos procure na S de Shop - www.sdeshop.com.br 

0 Comentario "Geração Y e o Consumo Online"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.