Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Jovem montou negócio de US$ 1 bilhão sem terminar o colegial

O americano Ben Nash tem 32 anos e está à frente da PCS Wireless, empresa que faturou US$ 740 milhões em 2014 e espera atingir a casa do US$ 1 bilhão em 2015.
Em 2000, Nash largou o ensino médio em um internato em Nova York, nos Estados Unidos,  e começou a trabalhar como um distribuidor no varejo de produtos eletrônicos. Não demorou muito para o rapaz perceber que gostava muito mais de trabalhar do que estudar. Aos 17 anos, ele já era um dos principais vendedores da empresa na qual trabalhava.


Nash recebeu várias ofertas de emprego, mas conversando com alguns amigos, viu que existia uma oportunidade no mercado de eletrônicos: vários aparelhos usados ainda em perfeitas condições não eram aproveitados e acabavam nos depósitos dos fabricantes e nas gavetas dos clientes.
Foi assim que o jovem empreendedor criou a PCS Wireless, uma empresa que revende celulares e tablets usados. “Em 2015, nós compraremos e revenderemos cerca de 10 milhões de celulares e tablets em mais de 20 países a partir de uma rede de 2500 distribuidores”, afirma Nash.

0 Comentario "Jovem montou negócio de US$ 1 bilhão sem terminar o colegial"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.