Hospedagem Grátis

Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Quer ser o primeiro do Google na relação de pesquisas, aprenda mais sobre SEO.



SEO? SEM? O que são todas essas siglas?
Conheça as técnicas para se posicionar melhor em buscas do Google


Calma aí! SEO? SEM? O que são todas essas siglas?
É exatamente sobre isso que abordo neste artigo inicial, para colocar você por dentro das oportunidades de exibir o seu site, seja ele um blog ou e-commerce.

Então vamos lá:

O que é SEM (és-í-em)
Search Engine Marketing, ou Marketing de Busca

É uma parte do marketing digital que tem como objetivo fazer um site ganhar visibilidade através da melhora do seu posicionamento nos resultados das ferramentas de busca, como Google e Bing. Pode ser através da utilização de anúncios pagos, anúncios contextuais ou através de um bom posicionamento nos resultados do Google. Abrange basicamente os resultados pagos (links patrocinados) e os resultados orgânicos (otimização de sites).Reprodução
O que é SEO (és-í-ow)
Search Engine Optimization, ou Otimização de Sites

É um conjunto de técnicas para tornar seu site vísivel aos clientes, que vão desde incluir palavras-chave nos textos a construir links apontando para o seu site, tudo isso para torná-lo relevante e consequentemente alcançar uma boa posição nos resultados para as palavras-chave do seu interesse.

Porque só Google?
Você deve ter reparado que eu me referi ao Bing (buscador da Microsoft) apenas uma vez, enquanto o Google foi citado diversas vezes. Isso porque o gigante de Mountain View lidera disparado o mercado de buscas no Brasil.Reprodução
(Gráfico: Google Discovery)

Na imagem acima, estão os acessos aos buscadores no Brasil. O Google domina 90% das buscas feitas no país, de acordo com um estudo da Serasa Experian. Apesar de ter perdido um pouco nos últimos anos, ele ainda é sinônimo de busca, e quer dizer que para a maioria dos sites, o importante é focar no Google. E é isso que faremos nesta coluna, salvo raras exceções.

SEO x Adwords

Dentro do Google aparecem dois tipos de resultados: os orgânicos e os pagos.
E os cliques das pessoas que fazem buscas ficam divididos em 70% para os naturais, e os
 30% restantes para os links patrocinados. Isso acontece porque os próprios usuários dão
 maior credibilidade aos resultados da lista orgânica, pois só quem tem um bom site consegue
 ficar no topo, enquanto para aparecer nos pagos só é preciso ter dinheiro para comprar o espaço.
Mesmo assim, recomendo que façam os dois tipos de campanha, para abranger 100% do
cliques em potencial. Na imagem abaixo, estão mapeadas as áreas de resultados
 do Google, divido entre resultados pagos e orgânicosReprodução.

Heat Maps

Foi feita uma pesquisa na qual os olhos dos internautas eram filmados justamente para registrar
para onde eles mais apontavam e, consequentemente, onde os usuários mais clicavam. Essas
imagens mostram como é a interação de quem

está realizando uma busca. Confira:Reprodução
Depois que ela entra no seu site, essa seria a tabela padrão, que é do próprio Google, indicando
 que a maior parte dos visitantes olha mais para o topo à esquerda, e depois desce um pouco até
 o meio. Veja só:
Reprodução
Disso tiramos a conclusão de que deve-se posicionar o conteúdo de destaque na sua página
mais para a esquerda ao alto, justamente para chamar a atenção do usuário, e não fazê-lo
 sair do seu site porque não encontrou rapidamente o que desejava.
Esse comportamento de entrar e sair do seu site rapidamente influencia no seu rankeamento,
pois eleva a Taxa de Rejeição.

Essas e outras métricas de usabilidade, como Tempo na Página, Páginas/Visita entre outras,
serão abordadas em meus próximos textos.

Bem vindos ao mundo SEO

0 Comentario "Quer ser o primeiro do Google na relação de pesquisas, aprenda mais sobre SEO."

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.