Hospedagem Grátis

Loja Virtual Grátis

Loja Virtual Grátis
Patrocinador

Confira os sete passos para preparar a empresa em 2013


O ano está acabando e as empresas devem se preparar para o próximo ano com um planejamento estratégico com foco no desenvolvimento. Da mesma forma que as pessoas aproveitam o início do ano para traçar novos objetivos, o mesmo acontece com o empresário que aproveita as experiências passadas e o novo ciclo para buscar novas maneiras de aumentar a eficiência do seu negócio.

O ano de 2013 promete ser intenso. Por isso, o Sebrae preparou sete passos que o empresário deve levar em consideração na hora de elaborar o planejamento do negócio:


1º passo: Mantenha-se atento às perspectivas de mercado 
Saber interpretar o ambiente econômico significa vantagem competitiva para o empreendedor. Para 2013, o poder de consumo da chamada nova classe média deve apresentar-se mais uma vez importante. Há também os segmentos que devem reagir bem no próximo ano, como o do agronegócio, que fecha o ano com fortes perspectivas de expansão do faturamento e crescimento da área cultivada. 
2 º passo: Faça um bom planejamento
É preciso fazer diferente, inovar, mudar o comportamento para ganhar. Com a profissionalização do mercado brasileiro, que ano após ano ganha relevância no cenário internacional, a concorrência se intensifica em todos os setores e, em 2013, não será diferente. Portanto, para acessar novas oportunidades de negócios ou ampliações, os empresários de micro e pequena empresa precisam planejar os seus negócios, esquecendo o comportamento das iniciativas pouco estruturadas e investir na inteligência competitiva e no diferencial. 
O planejamento de negócios significa pensar e trabalhar o que fazer sobre algo no futuro, melhorando a capacidade de geração de renda. Planejar uma micro ou pequena empresa, também envolve entre outras coisas como previsão dos custos, investimentos, retornos, vendas, lucros e fluxo de dinheiro.
3º passo: Procure administrar o capital de giro
É muito comum que a intensificação das vendas, provocada pelo período de final do ano, e consequente volume de recursos gerados no saldo da conta corrente da empresa criem uma falsa sensação de lucratividade. Isso faz com que o empresário a promova retiradas, a título de pró-labore, acima do permitido, o que gera sérias dificuldades nos meses subsequentes para o cumprimento dos compromissos junto aos fornecedores.
4º passo: Recomece logo nos primeiros dias do ano
Demorar em retomar o comando e o ritmo de sua empresa após o período de relaxamento proporcionado pelas festas de final de ano pode ser prejudicial ao negócio. É preciso redobrar a vigilância sobre o mercado desde o início e se impor novos desafios, que vão desde a gestão do negócio até a busca de novas ferramentas de comunicação e divulgação é fundamental para o sucesso do empreendimento.

O começo do ano é propício a faxinas profundas. É a hora de eliminar as ineficiências, corrigir o percurso, alinhar as metas e estar preparado para os próximos meses.
5º passo: Mantenha-se próximo ao cliente e busque informações 
Busque maior participação no calendário anual de negócios, participando de feiras de negócios, se relacionando com seu fornecedor e cliente de maneira mais efetiva, direta e próxima.
Acompanhe as principais questões econômicas que podem vir a alterar o seu negócio, observando o concorrente e seu público alvo. 
É preciso ficar próximo aos clientes, investir na capacitação do capital humano, adotar a flexibilidade e apostar na inovação como bandeiras de gerenciamento. 
6º passo: Invista na sua equipe 
Um dos aspectos vulneráveis das empresas, e que deve entrar em pauta desde o início do ano, é a capacidade de desenvolvimento e gestão da força de trabalho. 
Muitas vezes, o foco no curtíssimo prazo faz com que nossos empresários deem pouca relevância ao ato de atrair, reter, desenvolver e engajar pessoas na dinâmica de trabalho. 
As empresas costumam contratar pelo currículo, mas demitem pelo comportamento. Os empresários precisam enxergar que investir no desenvolvimento e na capacitação de seu pessoal é positivo em médio e longo prazo, proporcionando mais eficiência e gerando economia. 
7º passo: Aproveite o novo ciclo para inovar no conceito e comunicação 
A inovação é uma das chaves do negócio. É importante ficar atento para que os resultados sejam financeiramente atrativos e tecnicamente acessíveis. As redes sociais se tornaram uma vitrine para as PMEs no Brasil. Mas é fundamental profissionalizar essa atuação, integrando conteúdo, relacionamento e monitoramento. Com essa integração é muito comum que a marca comece a aproveitar oportunidades e interaja efetivamente para ganhar admiradores e defensores nas redes sociais. 

0 Comentario "Confira os sete passos para preparar a empresa em 2013"

link patrocinado

Saldão de Eletros

Sua loja grátis

Copyright

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.pridecommerce.com), no fórum de discussões, no boletim de notícias enviado por email e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).



Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).



Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião da Pride Commerce e de sua direção.